Que mulher nunca acordou sentindo que seu cabelo está sem brilho, ressecado ou quebradiço? Geralmente nestas horas, a primeira atitude é procurar aquele produto poderoso (geralmente uma máscara) para tentar dar um up nas madeixas, certo? Mas, na hora de comprar, vem a dúvida: hidratação, reconstrução ou nutrição?

Antes de se deixar levar pelas promessas milagrosas dos rótulos, é muito importante saber exatamente do que o seu cabelo precisa. Cada máscara oferece um tratamento diferente e, caso ele não seja a sua necessidade, é provável que o resultado decepc  ione.

Para entender exatamente a necessidade do seu fio, a melhor saída sempre será uma visita ao seu cabeleireiro. Mas observar direitinho o cabelo e avaliar os processos sofridos por ele também pode dar uma boa pista.

Hoje, no mercado, podemos dizer que existem 3 tipos básicos de máscaras: as que hidratam, as que nutrem e as reconstrutoras. Vale lembrar que os cabelos precisam de todos estes benefícios, em menor ou maior grau. Para ajudar vocês a descobrir qual a ideal para o seu caso, reuní as principais diferenças entre elas e os benefícios que entregam. Vamos lá?

 

blog-jan-1-1

Hidratação

Indicada para cabelos sem brilho, ressecados e difíceis de desembaraçar. De benefício básico e mais leve, é um tratamento que repõe a água dos fios e é fundamental a todo tipo de cabelo, mesmo os fios naturais e “virgens”. Você pode hidratar seu cabelo quantas vezes quiser na semana, com intervalos de 48h entre uma hidratação e outra.  Porém, para os cabelos que possuem processos químicos, apenas a hidratação talvez não entregue uma melhora muito considerável do fio.

 

blog-jan-1-2

Nutrição

Para cabelos com frizz, desalinhados e porosos. Esse tipo de máscara é responsável por repor os lipídios do cabelo, ajudar a selar a hidratação, dar brilho e, nos fios crespos, alinhar os cachos. Age como um complemento da hidratação e é especialmente indicada para cabelos descoloridos ou fragilizados.  Pode ser usada de 1 a 2 vezes por semana.

blog-jan-1-3

Reconstrução

São máscaras mais potentes, indicadas para cabelos finos, ralos, quebradiços, elásticos ou com pontas duplas. As máscaras com essa finalidade possuem ingredientes como a queratina, responsáveis por fortalecer os fios, devolvendo a massa, proteínas e aminoácidos que são perdidos em processos químicos como colorações, progressivas, etc.  Tanto poder, entretanto, deve ser usado com cautela, já que o excesso de queratina pode quebrar os fios. O ideal é aplicar apenas de 15 em 15 dias, fazendo uma hidratação em seguida.

Como vocês podem ver, o importante é dosar a utilização das máscaras conforme o que seu cabelo precisa, sem esquecer de contar sempre com a ajuda de um bom profissional. O resultado será maravilhoso!

 

Um beijo,

WN

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *